Como eu havia prometido a alguns amigos meus, e por ser feriadão, resolvi criar essa matéria recomendando 5 animes para vocês. Lembrando que só irei recomendar aqueles que eu acompanhei.

E super aceito sugestões dos leitores, já que todos os posts são dedicados a vocês.

Então, vamos lá 🙂


D-Gray Man

Um dos melhores animes que já vi. Além de ser o meu primeiro, me fez ter uma paixão imensurável por cada um dos personagens, que por sinal são extremamente bem trabalhados, desta forma, me fez com que eu me apegasse muito rápido a eles.
O Anime, que foi exibido em 2006 (sim é super antigo), conta com 103 episódios. Para alguns otakus de hoje em dia, irão achar um anime com muitos episódios e blá blá blá. Mas um coisa eu digo, vale apena.

D-Gray Man conta não só com lutas de tirar o fôlego, mas com cenas de comédia, trama, e claro, aquela pitada de romance.
Enfim, esse é o meu anime xodó, acredito que eu já o assisti umas 4 vezes e em nenhumas delas eu me cansei. Parece que sempre há algo para se descobrir neste anime. 😉

A história, que acontece num final imaginário do século 19, gira em torno de Allen Walker, um jovem garoto que se torna membro da Ordem Religião Negra (Também conhecida como Ordem Negra), uma organização formada por membros chamados Exorcistas. A sua missão é parar o Conde do Milênio, que planeja limpar o mundo, destruindo toda a humanidade e a vida em si, com a ajuda de seus irmãos, o Clã de Noé (Noah Clan), e suas criações chamadas de Akuma(literalmente demônios). Exorcistas são pessoas escolhidas por Deus, que tem a habilidade de controlar e usar Inocência, uma substância divina criada em eras passadas para combater o Conde. É dito que, após a grande inundação, os 109 fragmentos da Inocência foram espalhados pelo mundo. Uma vez que um fragmento da Inocência encontra uma pessoa compatível, pode-se fazer dela uma arma, que é usada pelo usuário na batalha contra o Conde.

Gênero: Ação, Shounen, Super-Poderes, Aventura.


Guilty Crown

Sabe aquele anime com um romance sem ser clichê? É este.
Guilty Crown possui uma trilha sonora IM-PE-CÁ-VEL e é um dos pontos fortíssimos do anime. Isso o fez dele um dos meus preferidos, pois sempre volto a vê-lo justo na parte das músicas (quem nunca?) hahaha.
O Anime, que possuí 22 episódios, se encerrou em 2012 e na maioria das vezes, sempre há lutas, máquinas, misseis voando pra lá e pra cá, tiro, porrada e bomba. SÉRIO!
Você não se sente cansado ou fora da ação em nenhum minuto. E é claro, a Inori é uma das personagens que foram mais bem trabalhadas que já vi. Ela tem uma história incrível que vocês só saberão ao assistir Guilty Crown.

A história se passa em Tóquio no ano de 2039. Após um vírus não identificado batizado como “Lost Christmas” ser espalhado em 2029, o Japão passou a ser controlado por uma organização multinacional chamada GHQ. Ouma Shu, um garoto de 17 anos que sempre procurou evitar causar problemas as pessoas vivia uma vida monótona e insegura, até que sua vida mudou ao encontrar uma garota chamada Yuzuriha Inori, membro de uma resistência de guerrilheiros chamados de “Agentes Funerários” que usam mechas para lutar contra o governo. Após este encontro ele recebe um poder físico em sua mão direita que o permite usar o poder chamado de “Habilidade do Rei” para extrair armas ou ferramentas de seus amigos.

Gênero: Ação, Sci-Fi, Magia


Fate/Stay Night

Um dos últimos animes que assisti e depois eu perguntei para mim mesmo, como eu não o vi antes? Ele é sensacional!!
Esse é daqueles para quem adora lutas épicas (afinal são personagens épicos, haha), e que você prende a respiração no último quando vê que alguém está prestes a morrer.
Produzido em 2006, tem 24 episódios e uma continuação de lançamento chamada “Fate Zero”.

Fate/Stay Night se passa a 10 anos depois de Fate Zero. Recomendo assistir FSN depois FZ. E o que dizer da Saber? A cavaleira mais linda e, ao mesmo tempo, a mais decidida no que quer. Vocês se apegarão muito rápido a ela e toda a história que há por trás dos servos.

Magia, encantamentos, e servos para lutar, assim se resume Fate/Stay Night.

Baseado em uma Visual Novel da TYPE-MOON, Fate/Stay Night conta a história de Sete Magos que lutam pelo Grail Holy. Para tanto, eles possuem diversas habilidades, sendo uma delas bem peculiar: a invocação. Chamados de Servant, eles são os trunfos daqueles que usam magia. O palco da guerra atual é a cidade de Fuyuki, onde quatro batalhas já ocorreram. Emiya Shirou, filho de um grande Mago altruísta, também deseja lutar para proteger os outros, mas não possui tanta habilidade quanto seu pai, apenas a capacidade de enrijecer objetos. Mas a fim de evitar que o Grail Holy caia nas mãos erradas, ele terá que despertar toda a sua capacidade latente, até mesmo invocar o seu Servant e lutar, mas isso não será nada fácil…
Gênero: Ação, Fantasia, Magia, Romance, Shounen


 


Akame Ga Kill!

Anime com gráficos incríveis, lutas sangrentas e mortes inesperadas. Assim resumo Akame Ga Kill.
Meu primo o indicou e, para falar a verdade, eu não estava com nem um pouco de vontade de vê-lo, porém, no primeiro episódio eu quase cai da cadeira de tanta coisa FODA que aconteceu.
Esse é um dos animes que o que você pensa que é, na verdade não é e sempre há algo para se descobrir, já que cada um luta por seus ideais.
O anime que foi lançado na TV em 2014, tem 24 episódios e sem previsão de continuação. Akame Ga Kill! é o que posso dizer de “anime diferente”, não só pelos traços, mas pela história dos personagens e claro, das batalhas sangrentas que você não vê em qualquer anime por aí.
Uma dica: não se apegue a nenhum dos personagens.

Tatsumi sai de sua vila com o objetivo de se alistar no exército da capital do país em que vive e fazer riqueza com suas habilidades em combate que treinou desde pequeno. Mas quando chega na cidade, descobre que nada era como ele pensava, com caos, violência e corrupção por toda parte. Após ter varias de suas ideologias e ilusões quebrados uma após o outra Tatsumi ainda é capturado por uma guilda de assassinos membros do exército revolucionário chamada Night Raid.
Gênero: Ação, Aventura, Fantasia

 


Nanatsu no Taizai

O último anime que assisti e afirmo que nunca ri tanto em um anime shounen. Nanatasu sabe muito bem como ser aquela anime perfeito na hora das lutas e na hora de fazer rir.
Consigo resumir esse anime em batalhas fodas, romances hilários e personagens insanos.
E é impossível você não se identificar com pelo menos um dos personagens.
O Anime, que também tem 24 episódios, terminou de ser exibido em Março desse ano e foi um dos meus prediletos de 2015.
Melhor personagem: O porquinho Hawk ♥

Ao serem acusados de tentar tomar o trono, os temidos guerreiros chamados de “Os Sete Pecados Mortais” foram exilados e desapareceram no mundo. Anos depois, a Princesa Elizabeth acaba descobrindo a verdade: os Cavaleiros Sagrados, a guarda do Rei, armaram para incriminar os Pecados! Entretanto, era tarde demais para prevenir que esses cavaleiros matassem seu pai e começassem a almejar o trono. Agora a Princesa está em fulga, buscando pelos Sete Pecados Mortais para ajudá-la a retomar o reino. Mas o primeiro Pecado que ela conhece, Meliodas, é um tampinha dono de um bar que tem um porco falante. Ele sequer tem uma espada de verdade! Será que a lenda da força dos Sete Pecados Mortais não passou de um exagero?
Gênero: Ação, Aventura, Fantasia, Shounen, Sobrenatural


Gostou das recomendações? Deixe nos comentários suas recomendações de animes de 2015 e aguarde novas matérias.

Não se esqueça de curtir nossa página abaixo. 😉