TDVegL5nfYs

Baseado no livro “Um Pai de Cinema” do escritor chileno Antonio Skármeta, O Filme da Minha Vida é o terceiro trabalho de Selton Mello como diretor de longa-metragem e estreou nos cinemas brasileiros em agosto. Com roteiro escrito por Mello e Marcelo Vindicato, o filme conta a história de Tony Terranova, um jovem professor que precisa enfrentar a ausência repentina de seu pai.

TRAMA

Na trama, Vicent Cassel, renomado ator francês que atuou em filmes como Cisne Negro (2010) e O Ódio (1995), interpreta o pai de Tony Terranova e compõe o elenco que traz Bruna Linzmeyer, Johnny Massaro e o próprio Selton Mello. O drama foi filmado na Serra Gaúcha e traz uma fotografia de encher os olhos que contrasta com a trilha sonora carregada de nostálgicos sucessos da década de 60, composições de Plínio Profeta e um casamento perfeito entre cada faixa e as cenas.

As descobertas amorosas e os dramas familiares do personagem Tony Terranova provocados pela suposta partida do pai para a França rendem risos e emocionam, ao mesmo tempo que o segundo ato se mostra cansativo, passando a impressão de ser um filme mais extenso do que deveria, salvo pelas reviravoltas interessantes.

O desfecho de O Filme da Minha Vida não é surpreendente, e talvez essa não tenha sido a intenção de Selton Mello, ao passo que a fotografia, as paisagens da Serra Gaúcha e os diálogos poéticos ganham a responsabilidade de ilustrar o implícito destino dos personagens.

Dramas familiares, poesia e sensibilidade em ‘O Filme da Minha Vida’
Trilha SonoraDireção
9.3Envolvente
História8
Direção10
Atuação9
Trilha Sonora10
Votação do leitor 2 Votos
9.9